Quem sou eu?

Minha foto
Belo Horizonte, Minas gerais, Brazil
"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos." (Saint-Exupéry) Uma pessoa comum, fora do normal. Sou mais do que as pessoas pensão e menos que elas esperam. Posso ser um rei, um carrasco, mendigo. Mas sou apenas eu mesmo, sem muita coisa, apenas o bastante pra cativar as raposas ao meu redor, e me permitir ser cativa-do pela mesma.

Chuva

Estou a admirar a chuva suas gotas ao tocar o chão, seu poder de mudar tudo que tocas. Mas os seus gritos se misturam com o trovão, suas palavras malditas me machucam como raios.


As minhas lágrimas agora são iguais a chuva tocando no chão. Por que você não pode entender que meus sentimentos são puros e verdadeiros?


Estou cansado de te ouvir, a chuva esta aumentando e você não sabe distribuir carinho e amor. Vejo-me agora frio e molhado, meus medos se vão junto a cada gota que me tocas, minhas lágrimas não iram ser nada ao termino de tudo isso.


Ela se foi e hoje posso ver que modificou casas, carros, prédios dentro muitas outras coisas. Mas regou as árvores e flores, purificou o ar, limpou o céu que muitos admiram, mas pouco sabem dar o valor que ele merece.


Assim como a chuva você me mudou, destruiu e feriu. Mas me mostrou que a vida é muito mais que meus olhos podem ver, hoje estou de longe a ver uma pessoa desprezível e indiferente, chorando por tudo aquilo que perdeu. Eu sigo o rumo da chuva onde não pode parar, sou o rio que passa por muitos lugares, levo tudo aquilo que esta ao meu alcance, as coisas e pessoas desnecessárias vão ficar no fundo, enquanto carrego tudo que me faz bem e tenho o prazer de mostrar tudo que me fortalece, a todos aqueles que desejam ver.


O que é isso? Deixo de ser rio, congelo, volto a ser gota, começo a evaporar e se for necessário começarei tudo novamente, lutarei e assim como a chuva voltarei forte e belo.