Quem sou eu?

Minha foto
Belo Horizonte, Minas gerais, Brazil
"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos." (Saint-Exupéry) Uma pessoa comum, fora do normal. Sou mais do que as pessoas pensão e menos que elas esperam. Posso ser um rei, um carrasco, mendigo. Mas sou apenas eu mesmo, sem muita coisa, apenas o bastante pra cativar as raposas ao meu redor, e me permitir ser cativa-do pela mesma.

Um dia de chuva

Hoje não parece ser um bom dia o céu esta escuro, o sol se esconde entre tantas nuvens. Mas olhem meu amor veio me buscar. Mas acho que não vai dar pra sair, aquele céu escuro e estranho nem da mais pra ver no meio de tanta chuva. Pelo que da pra notar não vai ter como sair de casa, ainda bem que estou com uma companhia agradável.

Se tem que ser assim por que não aproveitar isso tudo, rapidamente providencio pipoca e um bom filme, um cobertor bem quente e logo me vejo nos braços do meu amado, enquanto o mundo lá fora esta acabando, aqui dentro me sinto no céu. Mas como tudo que é bom dura pouco, a luz acaba. Posso escolher entre ficar chateado ou no escurinho e com aquele barulho de água aproveitar pra conversar, colocar o papo em dia. Descobrir mais sobre o meu companheiro. Nada melhor que ficar em casa dessa maneira, quem dera todos os dias de chuva pudesse ser assim.

Mas bem olha ai você indignado ao ler todas essas palavras de um apaixonado, pois bem, posso me colocar no seu lugar, por mais que escreva tudo isso, ainda não tenho um amor pra passar o dia de chuva comigo.

Então começa aquela chuva que vai acabar com o mundo, acabei de ligar pro serviço e avisa que não irei trabalhar hoje, pois não tem como passar no meio de tanta água, tem algumas opções já que não tenho um namorado. Posso ficar chateado e aborrecido, perdendo assim o dia de folga inesperada que ganhei, posso me esconder de baixo de um cobertor super quente e assim também perder o meu dia, ou posso fazer do meu dia o melhor possível, sem importar com o mundo lá fora.

Como não sou bobo resolvi aproveitar o dia, fiz uma pequena lista do que fazer hoje, primeiro arrumar a bagunça do quarto que esta pra ser feita a semanas ou meses? Não me lembro mais. Comecei, derrepente achei uma conta que tinha que ser paga mês passado, um urso do meu afilhado (que achava que tinha perdido na rua), um pouco da pizza e um resto de refrigerante, algumas roupas sujas. Mas a parte boa de tudo isso vem agora, lá no canto cheio de poeira e com uma fina camada de teia de aranha, vejo um brinquedo que há muito tempo foi esquecido, junto dele algumas fotos de infância, é como se tudo voltasse como era antes, quando corria sem parar com aquele carrinho que na época toda criança queria e que hoje não passa de uma doce lembrança. As fotos sempre com um grande sorriso e com os pés descalços, aquela falta de preocupação com qualquer coisa que seja, um ou dois dentes faltando, por molecagem ou coisa do tempo. Meus olhos se encheram de água e com uma lágrima molho a foto mais importante, aquela onde estão todos reunidos, meus irmãos, meus pais, avós, tios, primos e por ai vai. Analisando cada um posso ver como o tempo passou, alguns nunca mais viram, outros foram por caminhos ruins, e tem aqueles “certinhos” da família (os caçulas) que por mais que façam de errado sempre serão os anjos da mame e do papai. Com tantas lembranças e sorrisos, coloco uma musica bem alta e começo a rapidamente a arrumar o quarto, nem vejo o tempo passar, e depois de tudo pronto acabo pegando no sono. Acordo com o despertador louco a gritar, abraçado ao ursinho e meu carinho, coloco cada coisa em seu lugar e pego minha pasta, aquele dia especial já passo e o que me resta é a rotina dura do dia a dia.

13 comentários:

  1. tempos de infancia, os melhore, acho que por isso sou tão criança ainda.

    Ah e quando tiver um namorado e for passar com ele um dia chuvoso, recomendo no findar da noite um Jantar com algo que os dois gostem, um bom vinho e ai o resto é por conta de vocês.

    abraços
    Jão

    ResponderExcluir
  2. Aaaah chuva e namoro são uma combinação quase divina! haha Também recomendo o jantar...

    Lembranças são mágicas, elas tem o poder de te tornar imortal. O passado é imutável, e portanto eterno. É bom revisitar antigos sorrisos. Adorei.

    ResponderExcluir
  3. ótimo texto, começo a ler e me aprece que vamos presenciar até mesmo uma cena romântica, mas de repente no meio do texto...tudo muda.
    E a rotina tmb volta.
    Gostei bastante.
    Parabéns pela criatividade.

    obrigada por comentar em meu blog.
    Estou seguindo.

    abraços

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, Adorei ... Um pouco triste, nostalgico... mas é sem dúvidas, muito lindo! *-*

    ResponderExcluir
  5. Nostalgia. Quando criança eu adorava em dia de chuva montar lego. E esses dias minha irmã pegou o lego para montar, não pensei duas vezes...8 anos depois, voltei a montar uma casa de lego auhhuuhauh

    http://umdiaentenderei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Que grande presente é um dia de tempestade para ficar em casa...e ainda dormir depois de ter tempo para evocar antigas fotos. A rotina é desgastante, mas é necessária; é o que torna um dia chuvoso no meio da semana um momento interessante.
    Sucesso para o blog!

    ResponderExcluir
  7. um dia frio
    um bom lugar pra ler Gibi..

    ResponderExcluir
  8. Muito bom texto, vou passar mais vezes

    ResponderExcluir
  9. Belissimo texto, um tanto quanto nostalgico.

    ResponderExcluir
  10. Hoje chove muito por aqui. Seria bom ter alguém para repartir o cobertor, mas estou só mas é por pouco tempo.
    Amei o teu blog.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post - Nostalgia boa. ;*

    ResponderExcluir