Quem sou eu?

Minha foto
Belo Horizonte, Minas gerais, Brazil
"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos." (Saint-Exupéry) Uma pessoa comum, fora do normal. Sou mais do que as pessoas pensão e menos que elas esperam. Posso ser um rei, um carrasco, mendigo. Mas sou apenas eu mesmo, sem muita coisa, apenas o bastante pra cativar as raposas ao meu redor, e me permitir ser cativa-do pela mesma.

LA VÉRITÉ

Hoje vamos jogar o jogo da verdade, mas as regras são as seguintes. 1º Os únicos a entrar no jogo, só podem falar a verdade e de forma alguma mentir; 2º Não vamos julgar, pra não ser julgados; 3º Faça perguntas justas, pois o mesmo vai lhe perguntar; 4º e ultima sorria após ouvir todas as verdades sobre você. Como já imaginava não existem candidatos a tal jogo, as pessoas têm medo da verdade, temem em não poder aceita-lá e se ferir com tais dizeres.

Já que ninguém se candidatou com tais regras, vamos colocar uma única seja apenas você, várias pessoas se sentaram pra jogar a 1º pergunta veio do nosso amigo ao lado- “Quem tem inveja de alguém ou de alguma coisa levante a mão?”, como já era de se esperar a verdade permaneceu, nenhuma mão se ergueu, o jogo continuou veio logo à pergunta-” Quem de vocês já mentiram pra se beneficiar, e ate mesmo derrubar ao próximo?”, o silencio prevaleceu no meio de todos, mas a brincadeira começou a ficar seria quando a pergunta foi feita-“Hamilton é verdade que o Felipe ficou com seu namorado no mesmo dia que você ficou com o dele?”, os olhares deles se entrelaçaram com ódio e rancor um do outro, ao imaginar tal coisa, afinal os dois estavam errados, mas a única coisa que queriam era se vingar, acalmaram e o jogo continuou, ao decorrer de todo o jogo as “verdades” começaram a crescer ate que as agressões  de todos os tipos começaram.

Olhe bem, o jogo com as regras ninguém se propôs a jogar, com a única regra de serem apenas eles mesmos resolveram jogar, mas a “verdade” dói às pessoas não aceitam o que os outros têm a dizer, não aceitam quando são expostas a tais situações, digam quais são as verdades aceitas pela sociedade. O mundo aceita quando os machistas espancam uma mulher, quando um homossexual é agredido somente por andar como gosta, quando um drogado rouba, mata e causa sua própria morte, afinal fecham os olhos pra tudo isso, e conseguem simplesmente fingir que nada aconteceu. 

Mas quando vem a verdade, elas não conseguem suportar, aceitar que o outro sabe sobre você, sobre sua vida, desesperos, medos, anseios e ate mesmo falsidades é inaceitável. Diga-me se você é capaz de usar a verdade sem temer o que pode vir dela. Será que é capaz de ouvi o que os outros têm a dizer. Jogue o que quiser na cara do próximo, mas saiba que o mesmo pode fazer isso com você também. Diga-me você é capaz?

13 comentários:

  1. Causa introspecção instantania. Briguei de um jogo parecido no fds... Ainda que não claramente, o unico objetivo era machucar ao proximo usando qualquer que fossem as armas. O problema não é a verdade em si, o problema é que SINCERIDADE desambiguada de BOA EDUCAÇÃO vira GROSSERIA. Acho que isso é o que mais acontece. Não adianta se valer apenas da verdade, há um emaranhado de coisas em variádas situações. Bom.. pé o que penso, né? Beijo!

    ResponderExcluir
  2. As verdades não doem as pessoas é que são frageis e até mesmo tolas de acreditar no outro.

    Abraços Xael!

    ResponderExcluir
  3. Aceitar a verdade pra algumas pessoas e inaceitável poriso um jogo assim seria impossível de acontecer .Bom eu prepara estou se quem me disser a verdade também estiver disposta a ouvir minha respostas .

    ResponderExcluir
  4. ora, como nao. se quer jogar o jogo com todas as regras de inicio, vamos jogar. este jogo da verdade, este bale de labios e labias. convida mais quatro pessoas pra jogarem com a gente o jogo em todas suas regras que eu jogo contigo. agora sou eu que te desafio.

    ResponderExcluir
  5. Todos nós temos o nosso baú com ossos, e ninguém gosta que os outros tenham conhecimento de conteúdo desse baú, e alguns ainda gostam de agir como se tal baú nem existisse.

    ResponderExcluir
  6. Ainda temos medo da verdade..ela pode ferir bem mais que bala.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o Blog! simples e com conteudo, parabens sigo com prazer e vou voltar é claro!
    e o texto muito bem e escrito, e é claro, uma vdd! Todos nos escondemos coisas e acabamos oprimidos por esses esqueletos no armário!
    e quando temos a oportunidade são poucas as pessoas que aproveitam pra se abrir e serem honestas pra variar!

    se quiser conhecer o meu blog...

    http://caraminholasdejp.blogspot.com

    Se gostar segue tbm!
    até mais.

    ResponderExcluir
  8. Ainda temos medo da verdade..ela pode ferir bem mais que bala.[2]
    Ele disse tudo Fiquei sem palavras \o/

    ResponderExcluir
  9. putzzzzz o fodah é sempre isso msm a gente sempre esta disposto a julgar e ver a verdade dos outros e escondemos a nossa alias tentamos,tem sempre alguém para nos apontar,mas acredito q é como uma máquina q só funciona assim...pois sem a diversidade q graça teria o bem não existe sem o mal e nem a verdade sem mentiras é fato.O pior não é mentir pro outros e sim pra nós msm!MUITO BOM O TEXTO T LOOVE

    ResponderExcluir
  10. A verdade nem sempre precisa ser dita. Existem coisas que todos sabem que aconteceu, mas se comentadas, apenas causarão intrigas, o que não é nem perto de ser bom.

    Ótimo blog, textos simples e concisos, apenas com algumas falhas na pontuação, nada que uma revisão mais atenta não resolva!

    http://entrepalavrasenotas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. As redes sociais servem justamente para isso, mas elas vão além: é possível, embora não seja fácil, controlar com quem se quer compartilhar o que. Queremos que as pessoas cuidem da nossa vida, mas não todas as pessoas, não qualquer pessoa. É todo um novo jeito de se relacionar: posso controlar quem me ouve em que ambiente, e posso controlar quem quero ouvir.

    ResponderExcluir
  12. Verdade não dói, o que dói é a mentira, principalmente para quem foi enganado

    ResponderExcluir